MOVIMENTO JXP RECEBE PRÉMIO NA CATEGORIA «COMBATE À VIOLÊNCIA E PROMOÇÃO DA CULTURA DA PAZ»

O prémio de combate à violência e promoção da cultura da paz acrescenta mais responsabilidade ao movimento JxP avança a coordenadora, Stephanie Gonçalves.

Jovens pela Paz – JxP é um movimento constituído por 35 jovens conscientes que amam e promovem a paz. São jovens que frequentaram a escola da paz e ou são amigos e que estando em idade jovem sentiram também o dever de colaborar na promoção da cultura da vida e da paz, tão necessárias à nossa sociedade.

O movimento nasceu no seio da comunidade Santo Egídio que é um movimento internacional muito conhecido na promoção da paz e mediação de conflitos e promoção da cultura de encontros e fraternidade.

O trabalho vem sendo realizado em prol da cultura da paz que infelizmente tem faltado na sociedade. Para além de actividades realizadas em diferentes zonas, o movimento tem apostado em debates, reflexões e conferências, nomeadamente, “Por uma cultura da não-violência – Uma emergência Nacional”, como objetivo de desafiar a cidade da Praia a refletir sobre as atitudes e comportamentos que enformam a cultura da não-violência nas mais variadas situações da convivência humana.

O trabalho desses jovens mereceu o reconhecimento por parte do Governo e Instituições tendo atribuído o prémio na categoria de combate à violência e promoção da cultura da paz.

O prémio foi atribuído na sequência da VI Gala do Prémio Nacional dos Direitos Humanos realizado no passado domingo, dia 10.

Em entrevista a este site a coordenadora do Movimento Jovens pela Paz, Stephanie Gonçalves considera o prémio não apenas um reconhecimento pelo trabalho dos jovens em prol da cultura da paz, mas também acrescenta maiores responsabilidades ao Movimento.

“O prêmio nos motiva a fazer mais e melhor o nosso trabalho, nos dá alegria”, disse em entrevista a este site.

“A vida é bela” faz parte de um dos projetos do JxP, um programa dedicado ao público infantil e pretende promover estilos de vida saudáveis para crianças, contribuindo para criar nelas a consciência de dizer não ao álcool e outras drogas.

No passado mês de Agosto foi lançada a iniciativa “Os Direitos Humanos não vão de férias” que decorreu na zona balnear da Prainha. Foram realizadas sessões no Mercado do Sucupira, no bairro de Achada Grande Trás, em autocarros da Cidade da Praia e no bairro do Palmarejo Grande.

 ARTIGOS RELACIONADOS

  1. O sumário é a Paz
  2. Criada a comisso diocesana Justiça e Paz

Contactos

DIOCESE DE SANTIAGO
Avenida Amílcar Cabral/Largo 5 de Outubro
CP 46 - 7600 Praia - Cabo Verde
Telf (00238) 2611119
Fax (00238) 2614599

Email: diocese@diocesesantiago.org