MONSENHOR SATURNINO GOMES CONSIDERA “IMPORTANTE” O ACORDO JURÍDICO ENTRE CABO VERDE E A SANTA SÉ

Durante a conferência sobre as relações entre a Igreja e a comunidade política à luz do Concílio Vaticano II,  no quadro do Acordo Jurídico entre Cabo Verde e a Santa Sé, realizado no Centro Paroquial Nossa Senhora da Graça, o prelado auditor do Tribunal da Rota Romana, monsenhor Saturnino da Costa Gomes destacou a importância deste acordo para a história de reações entre a Igreja e o Estado em Cabo Verde.

O auditório do Centro Paroquial Nossa Senhora da Graça esteve lotada de paroquianos que participaram da conferênciasobre as relações entre a Igreja e a comunidade política à luz do Concílio Vaticano II,  no quadro do Acordo Jurídico entre Cabo Verde e a Santa Sé, ministrada pelo monsenhor Saturnino da Costa Gomes, especialista que veio de Roma para uma formação do clero e dos membros do Tribunal Diocesano.

Acordo Jurídico entre Cabo Verde e a Santa Sé foi celebrado há cerca de cinco anos, uma espécie de concordata, tratado internacional entre Igreja Estado sobre matérias que interessa a Igreja e a sociedade.

Em entrevista para o site da Diocese de Santiago Monsenhor Saturnino da Costa Gomes adiantou que os pontos comuns são a educação moral e religiosa nas escolas, o conhecimento do matrimónio, dissolução do matrimónio canónico, o aspeto das finanças, entre outros.

O prelado auditor do Tribunal da Rota Romana assevera ser “importante o acordo para a história da reação entre a Igreja e o Estado de Cabo Verde e a que fomentá-los e desenvolvemos e incrementá-los em todos os seus artigos.

O conferencista acredita que não basta ter o Acordo, mas sim ter alguns pontos que precisam mais de regulamentação.

Tratando-se de um estado laico, mas com uma maioria católico, o Reverendo monsenhor Saturnino da Costa Gomes afirma que o Estado “deve respeitar a sociedade que não é laica”.

“A sociedade cabo-verdiana é composta por pessoas crentes que têm uma religião. Isto depois nos leva a um conjunto de normas, de direito, inclusive do acordo celebrado com a Santa Sé, assim como em outros países, em que o Estado reconhece aquela igreja, ou aquela religião, com um determinado papel importante”, revela.

Contactos

DIOCESE DE SANTIAGO
Avenida Amílcar Cabral/Largo 5 de Outubro
CP 46 - 7600 Praia - Cabo Verde
Telf (00238) 2611119
Fax (00238) 2614599

Email: diocese@diocesesantiago.org