AS PESSOAS NO CENTRO DA NOTÍCIA, NÂO O SENSACIONALISMO E A PRESSA EM COMUNICAR. COMBATER AS FAKE NEWS

Este ano o secretariado da Comunicação da Diocese de Santiago de Cabo Verde despertou para dinamizar a celebração do DIA MUNDIAL das comunicações sociais na diocese. A iniciativa da apresentação e do debate da mensagem do Papa foi muito positiva, superando as expectativas.

APRESENTAÇÃO: 
Uma apresentação clara e profunda da parte do Padre Adérito, formado em Ciências da Comunicação) e um debate que se prolongou para além das 20 horas, com muito interesse... 
O moderador era o frei Gilson Frede, e para o debate estavam a Maria de Jesus, jornalista da TCV, e o Frei Hipólito, que é formado em Comunicação e já foi director da Rádio Nova dos Capuchinhos.

ENVIO DE MATERIAIS: 

Debate da mensagem papal já tinha acontecido hás uns anos... Mas este ano houve também o envio de materiais às paróquias: Cópias da mensagem do Papa (A Verdade vos libertará - Fake News e jornalismo de PAz), e mais de 4000 pagelas com a oração proposta pelo Papa Francisco, com a estrutura da oração de S. Francisco, e ainda cartazes para todas as paróquias e pequenas comunidades. Houve bom eco nas folhas em algumas paroquias e em muitas se fez a oração na eucaristia nalgumas paróquias. É apenas um sinal. A continuar.


PAPEL DA IGREJA

Se não for a Igreja a traçar o caminho formativo nesta área, dificilmente se fará isso com a mesma repercussão. A Igreja deve educar por uma leitura crítica da Comunicação Social.

Alguns jornalistas presentes consideraram oportuno o debate e viram que o que diz a mensagem é algo URGENTE a ser colocado em prática. Vencer a pressa e abraçar o profissionalismo, buscar as fontes verdadeiras e fazer na notícia a comunicação que cria comunhão e Paz, como é sua missão, na visão do Papa, que vê o jornalista como «guardião da notícia». Notícia verdadeira.

ÓRGÃOS DE COMUNICAÇÃO


Nos órgãos de comunicação social, todos os órgãos, públicos e provados, tradicionais e os que estão online, a busca da verdade deve estar acima de tudo, e da verdade posta ao serviço da comunhão e para o bem das pessoas. As pessoas no centro da notícia, pede o passa, que diz NÃO ao sensacionalismo e à pressa em comunicar. Estes factores podem levar ao FAKE KEWS, que usam a Mimese, seduzem o leitor/ouvinte/ telespectador/internauta com algo de verdadeiro, usam um discurso evasivo, manipulam e distorcem as conclusões com claros objectivos preconcebidos.


O debate promovido pela diocese foi apreciado. Precisamos fazer algo mais em prol da comunicação entre nós, reconhece o coordenador do secretariado diocesano. Na comunicação interpessoal e na Comunicação Social, promovam-se os ingredientes da escuta das pessoas e do discernimento. Para não colaborarmos inconscientemente na divulgação das fake news, adverte o Sumo Pontífice. Assim se constrói um jornalismo de Paz. Passo a Passo.

Contactos

DIOCESE DE SANTIAGO
Avenida Amílcar Cabral/Largo 5 de Outubro
CP 46 - 7600 Praia - Cabo Verde
Telf (00238) 2611119
Fax (00238) 2614599

Email: diocese@diocesesantiago.org